segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Magalhães - o mais escandaloso golpe de propaganda do ano

Não há ninguém em Portugal com acesso aos “media”, e que não dependa de lugares ou favores, que possa desmascarar a esperteza saloia destes “políticos” poucos escrupulosos e sem nível?...

Os noticiários abriram há dias, com pompa e circunstância, anunciando o lançamento do 'Primeiro computador portátil português', o 'Magalhães'.

A RTP refere que é 'um projecto português produzido em Portugal'

A SIC refere que 'um produto desenvolvido por empresas nacionais e pela Intel' e que a 'concepção é portuguesa e foi desenvolvida no âmbito do Plano Tecnologico.'

Na realidade, só com muito boa vontade é que o que foi dito e escrito é verdadeiro. O projecto não teve origem em Portugal, já existe desde 2006 e é da responsabilidade da Intel. Chama-se Classmate PC e é um laptop de baixo custo destinado ao terceiro mundo e já é vendido há muito tempo através da Amazon.

As notícias foram cuidadosamente feitas de forma a dar ideia que o 'Magalhães' é algo de completamente novo e com origem em Portugal. Não é verdade.

Felizmente, existem alguns blogues atentos. Na imprensa escrita salvou-se, que se tenha dado conta, a notícia do Portugal Diário: 'Tirando o nome, o logótipo e a capa exterior, tudo o resto é idêntico ao produto que a Intel tem estado a vender em várias partes do mundo desde 2006. Aliás, esta é já a segunda versão do produto.'
Pelos vistos, o jornalista Filipe Caetano foi o único a fazer um trabalhinho de investigação em vez de reproduzir o comunicado de imprensa do Governo.

A ideia é destruir os esforços de Negroponte para o OLPC. O criador do MIT Media Lab criou esta inovação, o portátil de 100 dólares...
A Intel foi um dos parcceiros até ver o seu concorrente AND ser escolhida como fornecedor. Saiu do consórcio e criou o Classmate, que está a tentar impor aos países em desenvolvimento.
Sócrates acaba de aliar-se, SEM CONCURSO, à Intel, para destruir o projecto de Negroponte. A JP Sá Couto, que ja fazia os Tsumanis, tem assim, SEM CONCURSO, todo o mercado nacional do primeiro ciclo.
Tudo se justifica em nome de um número de propaganda política terceiro-mundista.
Para os pivots (ex-jornalistas?) Rodrigues dos Santos ou José Alberto Carvalho, o importante é debitar chavões propagandísticos em vez de fazer perguntas.
Se não fosse a blogosfera - que o ministro Santos Silva ainda não controla - esta propaganda não seria desmascarada. Os jornalistas da imprensa tradicional têm vindo a revelar-se de uma ignorância, seguidismo e preguiça atroz.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Nicholas_Negroponte#O_PC_de_USD_100

10 comentários:

daplanicie disse...

Por acaso não tinha conhecimento de que assim fosse, o que não me surpreende nada pois são uma cambada de aldrabões que querem vestir o fato de pessoas de bem. Obrigada, colegas, pelo esclarecimento!
Cumprimentos

Daniela Mann disse...

Isto está de todo!
Já nem tenho palavras...
Também fiquei muito chocada com aquela saída do Sr.Primeiro Ministro quando disse: "Acabaram-se as facilidades!"
Se forem ao meu blog podem ler o "testamento" que escrevi. Abri o coração e disse tudo o que me ia na alma!
É tudo tão injusto e simultaneamente absurdo!
Os colegas desculpem o desabafo, mas esta situação de instabilidade é uma afronta.

Tiago Soares Carneiro disse...

É com muita pena minha que hoje tomei uma difícil decisão:

Encerrei o http://democraciaemportugal.blogspot.com

Porquê?

((( HÁ UMA ESCOLA ONDE OS ALUNOS COM 5 NEGATIVAS PASSAM )))
((( HÁ UMA ESCOLA ONDE OS ALUNOS COM 5 NEGATIVAS PASSAM )))
((( HÁ UMA ESCOLA ONDE OS ALUNOS COM 5 NEGATIVAS PASSAM )))
((( HÁ UMA ESCOLA ONDE OS ALUNOS COM 5 NEGATIVAS PASSAM )))
((( HÁ UMA ESCOLA ONDE OS ALUNOS COM 5 NEGATIVAS PASSAM )))
((( HÁ UMA ESCOLA ONDE OS ALUNOS COM 5 NEGATIVAS PASSAM )))
((( HÁ UMA ESCOLA ONDE OS ALUNOS COM 5 NEGATIVAS PASSAM )))
((( HÁ UMA ESCOLA ONDE OS ALUNOS COM 5 NEGATIVAS PASSAM )))


Abraço
Até sempre
Tiago

Anónimo disse...

Com "Magalhães" e bolos se enganam os tolos...

Anónimo disse...

Não há maneira de actualizarem o Blogue ?

Anónimo disse...

Colegas

Está na altura de agir e passarmos à prática; não basta o inconformismo generalizado que graça por todas essas escolas do país face à política educativa de liquidar a escola pública e o ensino por excelência. É tempo de passar à acção e de contestar o ataque feito à carreira profissional por parte deste governo, que nos pretende reduzir a meros técnicos de ensino de crianças futuras analfabetas num mundo global.
Deixamos de lamentações e partimos para a acção; só e apenas nós podemos mudar o rumo dos acontecimentos. Por isso, a todos e de norte a sul do país, colaborem nesta luta sem tréguas pela defesa de uma escola pública e democrática e por um outro tipo de ensino mais exigente, qualificativo e gratificante para todos – as nossas crianças e jovens assim o desejam.
Não cruzes os braços em desânimo; participa nas acções e colabora na luta contra o sistema que nos querem impor: quotas para isto e aquilo, horários de trabalho para lá das 35 horas semanais, afunilamento e estagnação na carreira, burocracia sobre burocracia, desleixo grosseiro do ensino – aprendizagem, redução das reformas, tudo e mais alguma coisa.
A APEDE pode ser o trampolim da nossa luta; dia 15 de Novembro, na rua, pode ser a data de todas as datas para mostrar a nossa revolta perante a degradação das nossas condições de trabalho e do ensino em Portugal impostas por este governo. Por isso, é urgente que tu, na tua escola, colabores; pequenas colaborações juntam-se a outras pequenas colaborações e todos juntos faremos frente à ofensiva de quem apenas interessa vencer a resistência aos que se opõem à destruição do ensino público em Portugal.
Organiza e dinamiza o teu núcleo de constatação na escola; participa e manifesta o teu descontentamento. Não deixes de barafustar e indignar-te pela afronta aos teus direitos laborais. Participa nas acções.
Conto contigo, colega professor; que cada escola do país, sem excepção, esteja para já representada com alguém na reunião da APEDE, a realizar no próximo dia 11 de Outubro, Sábado, pelas 10h30, no Sport Club do Bairro, sito no bairro Sra. da Luz – Caldas da Rainha. A presença de alguém da tua escola é importantíssima para a nossa união e luta nacional. Participa, não faltes.
COPIA ESTE E-MAIL E ENCAMINHA ESTA MENSAGEM A TODOS OS TEUS COLEGAS. É UM OBRIGADO DE TODOS OS PROFESSORES PARA TI MESMO.

Anónimo disse...

http://profslusos.blogspot.com/
Governo enviou conta do Magalhães às autarquias.
No Jornal de Notícias de 10/10/2008: "O Governo está a tentar impor às autarquias o pagamento dos modems e das anuidades da Internet dos Magalhães, mas os municípios rejeitam qualquer responsabilidade e já avisaram que não pagam.

Em princípio, a colaboração com o program a "e.escolinhas" seria voluntária, mas o Governo está enviar às autarquias - quer tenham concordado, quer não - cartas timbradas para que estas assumam os encargos anuais relativos aos computadores que forem entregues no seu território. Até agora, já foram enviadas cartas pelas Direcções Regionais da Educação do Norte e da Zona Centro a pedir o pagamento de 45 euros pelo modem e 250 euros pela assinatura anual da ligação em banda larga à Internet.

A Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) confirmou à TSF que há autarquias que estão a ser notificadas para pagarem a factura total ou parcial da Internet dos computadores. Após reunir de emergência na passada quarta-feira, o Conselho Directivo da ANMP decidiu não assumir qualquer responsabilidade ou encargos, notificando todas as autarquias para não pagarem as facturas.

Para as autarquias, são os pais que devem suportar esse encargo, sendo que aqueles que não tiverem condições económicas para tal devem recorrer ao Governo e não às câmaras. A ANMP enviou, ainda, um pedido de esclarecimentos urgente ao Ministério da Educação sobre toda esta situação. (...)"

Ver Artigo Completo (Jornal de Notícias)


------------------------
Comentário: O Ministério da Educação fica com os "louros" do Magalhães, e as Câmaras Municipais pagam a factura. Esta até dá vontade de rir! E dos que se riem com mais vontade, certamente que as operadoras móveis estão em primeiro lugar. Basta pensar que as Câmaras terão de pagar 45 euros por cada modem e cerca de 250 euros de acesso anual à internet, para ficarmos com uma ideia do "volume" deste negócio. Não vamos ouvir falar de recessão nas operadoras móveis... isso é certinho.
------------------------
© Publicado por Ricardo M. às 09:47 0 Comentário(s) in http://profslusos.blogspot.com/

Anónimo disse...

Uma pérola, senhores! Uma pérola!
Este governo é uma palhaçada. Com esta acredito cada vez menos nas estatísticas que dizem que o PS está muito perto da maioria absoluta... só se for da estupidez! 15 de Novembro todos os caminhos vão dar a Lisboa, mas cuidado nas estradas! Usem todos os cintos de segurança, não vá o autocarro ser impedido de entrar na cidade...

Lo disse...

E tipo... muito bem que é essencial o acesso as novas tecnologias da informaçao mas... isto nao fará com que os alunos estejam mais atentos ao msn / paginas / ou filmes que livremente vao sacando pela internet do que as horas que o professor gasta em saliva a tentar educar esses mesmos alunos?

Com a inclusao das calculadoras... muitos dos alunos perderam a capacidade de raciocinio abstracto... daí as belas notas que existem a matemática :)

Agora com a inclusao de pc's para todos... a capacidade de investigaçao estará de certo modo estagnada pois uma simples busca a um copy paste farao os trabalhos de muitos :)

paula montez disse...

Apelamos à vossa divulgação da reunião do próximo dia 28 de Outubro (3ª f), às 18 horas. E também à eventual participação, uma vez que se trata de uma reunião aberta

http://escolapublica2.blogspot.com/2008/10/reunio-28outubro-mudana-do-local-da.html