sexta-feira, 24 de outubro de 2008

FILME PARA REVER ATÉ AO DIA DA MANIFESTAÇÃO

Tirando a carga humorística do filme não podemos deixar de pensar que realmente haverá um momento em que a senhora quebre. E se para tal acontecer tivermos de ir todos a Lisboa no dia 15... então vamos!

Não há mal que não se mude nem doença sem cura, dizia o poeta... Então vamos mudar o mal!

Já provámos a nós mesmos e todos os que quiseram ver que a união é possível e tem muita força. O nosso trabalho até ao dia da manifestação (seja ela a 8 ou a 15) é convencer os menos convencidos e/ou derrotados (também dizia o poeta: muda, que quando a gente muda o mundo muda com a gente... e quando a gente manda ninguém manda na gente).


video video

In São Martinho: castanhas e vinho

Sem comentários: