segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Professor socialista

Caros colegas,


Sou militante do PS desde 1989 e estive ontem na sede do PS, Largo do Rato. Não tive a oportunidade de intervenção porque houve bastante participação. Inscrevi-me, mas confesso que abdiquei da minha intervenção pois iria repetir-me. Em resumo: insistência e muita propaganda para validar o modelo a qualquer custo. A divisão da carreira é para continuar, sendo que foi demonstrado cabalmente que não corresponde ao mérito mas sim a redução de custos e que mais de 2/3 dos professores jamais a atingem. Quero deixar a mensagem que só muito poucos é que tiveram a coragem de dizer as verdades. Enfim, a pressão é muita e o satus presente não permitiu que todos nos sentissemos "livres".
Porque sou socialista, porque acredito num verdadeiro PS e não neste, porque quero e luto por um PS mais justo, mais digno, mais fraterno... irei fazer greve assim como muito dos colegas presentes. Quero ainda dizer-vos: Este PS está aflito. Vai recorrer a tudo o que puder para levar por diante toda esta maquinação. Dizem que não podem perder a face.
Nós professores também não! Se ganharmos agora, ganhamos todos! Se perdermos neste momento, jamais nos levantaremos! O PS de Sócrates e não dos socialistas tudo irá fazer para nos vergar. Isto é uma certeza. Cabe-nos a nós resistir, porque resistir é vencer!
Aguardo melhores dias para o meu verdadeiro PS.


PS: Foi dito por um colega que neste momento o PS já tinha perdido a maioria e que se arriscava mesmo a perder as eleições com esta luta contra os professores. Este PS não está mesmo preocupado... e todos nós julgamos saber porquê. Quem vier a seguir que feche a porta, pois estes já têm lugar de estadia e vôo marcado para destinos definidos e bem remunerados.

Professor socialista que não vota neste PS.

30 de Novembro de 2008 17:58

2 comentários:

Anónimo disse...

Socialista??????????
Vai de Froskes, Nelo!!!!
Ès mais um PALHAÇO do CIRCO MARIANO
Vai trabalhar e ser avaliado, meu malandro

João Norte disse...

Não ... não vai de "Froskes" é uma pessoa de coragem. Há muitos socialistas que não concordam com o que se passa no ministério, basta saber um pouco como funciona uma escola para perceber que isto só tem em vista poupar dinheiro mas vai dar mau resultado. Eu também sou filiado nº1385.Por haver pesoas como a anónimo que deixou o comentário anterior onde a raiva e o ódio se mostram é que a sociedade portuguesa continua incapaz de dialogar.