quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Obrigado pelo APOIO

O MPR agradece

29 comentários:

RS disse...

Vamos LUTAR!!

� preciso LUTAR..os Contratados s�o esquecidos!!

N�o pode ser...

Anónimo disse...

Obrigado ao movimento por ter contribuído para a degradação da nossa dignidade enquanto docentes. Palhaços tristes são o que alinham com o vosso tipo de discurso...

Clara disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Clara disse...

Mais um incomodado por por ouvir dizer que "o rei vai nú". Palhaços indignos e degradados são aqueles que se escondem na sombra para não estragar a carreira e depois vêm aproveitar os resultados do esforço dos gurreiros. Parabéns Manuel. Estamos contigo porque estás por nós e pela VERDADEIRA qualidade de ensino.

Anónimo disse...

Muito bem! O colega que falou nos "prós e contras" disse umas grandes verdades! O famigerado ministério, e sua equipa "maravilha" estão a tentar destruir o ensino público, transformando-o num faz-de-conta, onde só interessa a estatística forjada, empurrando os professores a atribuir positivas a todos os alunos, mesmo que não mereçam! Esquecem-se das péssimas condições de trabalho, da dura realidade da escola e do apoio que não dão. Pelo contrário atacam a escola e os professores, impedem a função docente com uma cascata aberrante de despachos e contradespachos, muitos abusivos.

João
Rio Maior

Anónimo disse...

Apoio a coragem que o colega teve de chamar mentirosa à ministra. Bem sei que não será boa educação, mas alguém teria que lho dizer frontalmente, mais tarde ou mais cedo.
Aliás, este governo não é todo ele um grupo de mentirosos?
Lembram-se das promessas que fizeram e das práticas que têm
tido, em tudo contrárias às primeiras?
Esta gente merece-nos algum respeito?

Penso que neste movimento de revolta dos professores não são só importantes os sindicatos mas também estes grupos espontâneos que
tanto nos enriquecem.
Aliás este novo vigor que se vê entre nós está longe de ser controlado pelos sindicatos tradicionais. É uma vaga de fundo que aproveita a boleia (legítima, aliás) dos sindicatos mas se não esgota neles.
E ainda bem, digo eu!

manuel m

Anónimo disse...

Obrigado por ter falado na tv da realidade nua e crua nas escolas.
Por muito que choque os eruditos ela não pode ser camuflada como fez o "professor mor premiado".

Anónimo disse...

Acho que já está na hora de deixar de criticar o colega que disse umas verdades à ministra e em público. O problema foi ter sido demasiado directo e crú na abordagem. Isto acabou por ser aproveitado, dado que gostamos de ser diplomatas em relação a quem nos lixa todos os dias.
Agora, está na hora de concentrar as atenções nas várias formas de luta e é preciso fazer convergir todos para as diversas acções.
Não interessa embarcar em desuniões e críticas entre pares. Vamos aproveitar o momento!

João disse...

Não sou professor mas reconheço justiça e coragem na vossa luta. Acho que as concentrações espontâneas têm mais impacto do que as greves e marchas convocadas pelos sindicatos. Prossigam para todas as capitais de distrito e cidades mais importantes.

Anónimo disse...

Pergunto eu:
Considerando que a política do ME é uma clara afronta à classe, por que razão não é convocada uma greve de 2 ou mais dias? Porque os professores não iriam fazer greve. Porque antes de defender a classe, procuram é pensar em si e no seu bolso.
Por isso, e sabendo que a acontecer seria um redondo fracasso, faz-se uma manif ao fim-de-semana. Com partida junto ao Corte Inglês... enfim, nada de novo no reino. Leia-se o que escreveu David Ponte no JN de ontem...

Anónimo disse...

Quem diz a verdade não merece castigo. Qualquer professor atento sabe que o que o colega afirmou no programa é a verdade e a realidade actual nas nossas escolas. E digo mais: as recentemente criadas Equipas de Acompanhamento às Escolas também estão no terreno a pressionar as escolas no sentido de reduzirem ao máximo as taxas de retenção dos alunos. Isto é a mais pura verdade, porque na minha escola isso já aconteceu e de certeza que há colegas que confirmam o sucedido nas suas escolas também. É claro que essa tal equipa dá as "sugestões" de forma oficiosa, mas a informação está lá. Curiosamente um desses membros desempenha funções autárquicas,pelo PS, no norte do país. Porque Será??? Ainda têm a arrogância de dizer que existe insucesso na Matemática porque a escola dá importância demasiada aos testes de avaliação. DENUNCIEM ESTAS SITUAÇÕES. DENUNCIEM A FORMA COMO AS POLÍTICAS EDUCATIVAS SE DESENVOLVEM EM PORTUGAL.

Rika disse...

Caro anónimo, greve à semana? Se fazemos greve à semana acusam-nos só querermos fazer gazeta e de não querermos trabalhar e os prejudicados os alunos. Se nos manifestamos ao fim-de-semana para mostrarmos que não é nada disso somos acusados na mesma de pensar só em nós. Em que é que ficamos? Os críticos e detratores do trabalho dos professores têm de se decidir. Não podemos ser presos por ter cão e presos por não ter.
E já agora, para mim não seriam dois ou três dias... Seria uma semana ou duas, mas com presença nas escolas para mostrarmos que não queremos férias. Mas isto está tão mal que poucos professores se poderiam arriscar a tanto. Obviamente que uma solução radical como esta tem as suas consequências que resultariam num claro prejuízo dos alunos. Mas de que serve uma grave se ninguém sentir na pele os seus efeitos? Apenas em poupança para o estado!!!
Greve às reuniões de avaliação, ao lançamento das notas ou aos exames também seria uma opção, mas como vivemos numa verdadeira democracia, quando o quisemos fazer não nos deixaram! Serviços mínimos argumentaram... Na prática era serviços máximos porque todos os professores tinham de estar na escola. Que bela democracia...

Anónimo disse...

Gostaria de saber o que defende este movimento relativamente à avaliação. Quer ou não quer? e em que moldes?
Ou é apenas como a Fenprof e o seu líder / esquerdalho. Somos contra. Ideias /sugestões? Não temos e também não são relevantes. Somos (fenprof) é contra.

Anónimo disse...

Caros colegas,
Força, lá estarei no dia 8/Março. É hora de nos juntar todos e dizer NÃO a tamanha indignidade da profissão docente. O mal estar nas escolas cresce, porque ainda há presidentes que se julgam piores que a Ministra e o medo de falar impera.
O colega d ematemática que falou no facilitismo das escolas tem toda a razão, colocou o dedo na ferida. Eu própria recebi do C.E. da minha escola uma ordem para passar X alunos para a estatísca, assim mesmo,digam lá o que é isto senão facilitismo. Já agora a minha disciplina é Educação Visual.
Nesta altura, temos mais força que nunca e penso eu que alguém já falou que esta é uma ocasião única para criar a ORDEM DOS PROFESSORES, concordo inteiramente...

Saudações cordeais...

Anónimo disse...

grande movimento que para se valer de protagonismo usou a mentira e com isso já n merecem respeito

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/6d1f7a2ac9d2b6b1f2d8ec.html

mentira e arrependimento????

psilva disse...

Pois, o post anterior ninguém comenta...

Anónimo disse...

Eu até comentava se o link estivesse completo...

Miguel disse...

Não vale a pena comentar... das duas uma, ou sede de protagonismo fácil ou demasiada pressão! Escolham...

Anónimo disse...

Pois!! A ditadura está camuflada.
Força Manuel continuamos contigo.

psilva disse...

Nada incompleto:
http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/6d1f7a2ac9d2b6b1f2d8ec.html

(o link termina com .html)

A ditadura está camuflada?
Quem não a conheceu não devia falar nela...
Lamentável...

Anónimo disse...

Olá Companheiros...

O Pessoal de Sintra - Defende a Profissão, envia-te um forte abraço...

Dia 8 vamos estar todos juntos em Lisboa....

Muita Força...
Mário Mendes

Anónimo disse...

Galileu Galilei também teve que se retratar, no entanto sabemos hoje, inequivocamente, que a terra se move!

Dia 8 lá estaremos, de Braga.

Anónimo disse...

psilva... não vejo na notícia o professor desmentir o que disse!!!

Anónimo disse...

Acabei de veros Prós e Contras, senhores Doutores, Mentes Brilhantes, falaram alguns com saudade dos seus tempos dos liceus, destaque para os liceus Pedro Nunes e Luís de Camões, mas com toda aquela sapiência, não deram solução para o tema: Avaliação e desempenho dos professores. Ninguém, mas mesmo ninguém representou a classe, mas todos falaram dos professores...
Outra coisa que me deixou surpreendida, foi a apresentadora, assim que o programa abriu disse: "O Professor qure na passada semana falou sobre o facilitismo e que o Inspector o obrigou a dar avaliação positiva, mesmo não estando ele de acordo, descementiu. Ou seja, deu o dito por não dito". Assim chamam-nos a todos emntirosos, e nós bem sabemos como é verdade o facilitismo nas escolas.

Enfim, dia 8 é para lá estarmos TODOS!!

Saudações Cordeais

Solitária

Anónimo disse...

NÃO SOU PROFESSOR, MAS SOU INTERESSADO. A MINISTRA DEVIA SERVIR PARA TRABALHAR COM ESTALINE. É UMA DITADORA, TEM O APOIO DO DITADOR SOCRATES. A AVALIAÇÃO É NECESSÁRIA MAS PORRA, É MAIS IMPORTANTE QUE OS ALUNOS? AGORA PELO QUE ME APERCEBO OS PROFESSORES PERDEM MAIS TEMPO COM PAPEIS DO QUE A DAR AS AULAS. OS CONCELHOS EXECUTIVOS TÊM UMA ARMA PODEROSA. DEMITAM-SE TODOS. Ò ALBINO SE É VERDADE A NOTICIA; É MUITA MASSA. EU TAMBEM SOU PAI, NÃO SE ARRANJA UM POUCO DESSE DINHEIRO PARA MIM?

Anónimo disse...

Parece-me a mim que o pedido de desculpas efectuado pelo professor de matemática nada tem a vêr com o que é divulgado pela comunicação social!... Parece-me a mim que a escola em questão é uma "assalariada" do ME e, por esse facto, não pode demarcar-se da sua dependência!
No meu ponto de vista, a censura dos anos 70 está de volta!...
Não há PIDE mas existe medo! e só alguns estão preocupados com a classe (outros continuam preocupados consigo mesmos)...

Jojó disse...

Tudo bem! Mas quem paga o autocarro?

Vidinha de prof... disse...

A mesma situação aconteceu na minha escola.

Na altura a frase foi a seguinte, proferida por um elemento da DREN, em fins de janeiro:" Vamos vos lançar um desafio, e se reduzíssemos estas notas negativas em 50%, fica aqui o desafio..."

Ora no meu entender, isto é o mesmo que dizer que a nota mínima é 3... e rápido.

Tenho alunos ciganos, e como disse o Arsélio " Entendeste-o, ele entendeu-te? Vai ser carpinteiro!? então ???"
Ora os meus ciganinhos que não sabem escrever, ler e alguns deles nem o dia em que nasceram, se souberem ligar a desligar o pc, como vão seguir a vidinha deles que é ir a feiras e fazer cestos, merecem 5 !!!! não é?

Parabéns Nelo... Tiveste mais coragem que muitos de nós...

Abraços

Anónimo disse...

Continuem, continuem para que todo o País possa confirmar aquilo de que já se suspeitava, a falta de nível a todos os títulos)dos professores que alinham (e só esses) nesta chuchadeira.
Com os elevados gastos na educação (em percentagem do PIB)e os péssimos resultados obtidos, querem que o desbarato prossiga.....um bocadinho, só um bocadinho, de bom senso não lhes ficava mal!