sábado, 8 de março de 2008

FORMAS DE LUTA ANUNCIADAS

  • A realização de uma semana nacional de luto nas escolas - 10 a 14 de Março;
  • Abaixo-assinado para entregar ao primeiro-ministro;
  • "Segundas-feiras de Protesto" durante todo o terceiro período;

6 comentários:

José Ferrão disse...

http://www.saladosprofessores.com/index.php?option=com_smf&Itemid=62&topic=12489.0#new

Tenho aqui uma proposta realista e concreta, acerca da avaliação dos professores, enquanto as negociações não andarem para a frente...

Peço desculpa mas tinha colocado este comentário no artigo abaixo, e agora pareceu-me mais próprio colocá-lo aqui.

José Ferrão disse...

O link anterior "avariou-se"...
http://ferrao.org/2008/03/uma-proposta-realista-e-concreta.html

A. Cruz disse...

Proposta de resistência nas escolas.
Eu e muitos milhares de professores já não têm hipóteses de subir de escalão. Nos países democráticos a avaliação só é feita, quando essa possibilidade existe. Então proponho que todos nós nos recusemos a ser avaliados. O lema será:avaliação sem progressão... Não..

Anónimo disse...

leiam lá este senhor tão iluminado que é!
http://www.correiomanha.pt/noticia.asp?id=281147&idselect=93&idCanal=93&p=200

Nuno Alves da Costa disse...

http://umlugaraosul.blogspot.com/2008/03/os-professores-devem-ser-os-funcionrios.html

"Parece irónico que um profissão habituada a avaliar os ensinamentos transmitidos não seja capaz de apresentar um modelo de avaliação que reflicta verdadeiramente o desempenho e eficácia dos seus elementos."

Anónimo disse...

Continuem, continuem para que todo o País possa confirmar aquilo de que já se suspeitava, a falta de nível a todos os títulos) dos professores que alinham (e só esses) nesta chuchadeira.
Com os elevados gastos na educação (em percentagem do PIB) e os péssimos resultados obtidos, querem que o desbarato prossiga.....um bocadinho, só um bocadinho, de bom senso não lhes ficava mal!